Livro inédito aborda boatos e fake news nas organizações

21
0
4
21.09.2022
Comunicação Integrada

Comunicação Integrada

115443
3220
399
01.06.2016
BR
Описание видео:

Quando falamos sobre informações falsas, boatos e fake news, a primeira coisa que vem em nossa mente é o cenário político e a crise de imagem que gera para quem é alvo. Mas, a prática vai além desse universo e adentra o ambiente corporativo, sem que as empresas estejam preparadas e tenham mecanismos para o gerenciamento. E como lidar com essas situações? É sobre esse tema, pouco abordado - boatos nas organizações - que a jornalista, professora e consultora de comunicação, Isabela Pimentel, elaborou seu primeiro livro: ‘“OUVI DIZER” - Comunicação Integrada como antídoto para boatos organizacionais’, publicado pela Editora Appris. A obra, primeira em português a abordar o assunto, tem como objetivo auxiliar gestores de Comunicação, Marketing, Relações Públicas e Administração, a lidar com dois dos ativos mais importantes para a empresa: sua imagem e seus colaboradores, por meio de uma comunicação assertiva e clara, pautada em um planejamento de comunicação para prevenir crises e também lidar com elas de forma rápida e assertiva. Adquira seu exemplar em 🤍🤍editoraappris.com.br/produto/6481-ouvi-dizer-comunicao-integrada-como-antdoto-para-boatos-organizacionais “Nosso primeiro ímpeto é tentar silenciar e tratar os boatos como uma loucura, erro ou falha provocada pela incompreensão do outro no processo comunicativo. Mas, os boatos não podem nem devem ser ignorados dentro das empresas, pois suas redes e articulações concorrem, em termos de sentido, pertencimento e credibilidade, com as chamadas narrativas oficiais. Por isso, é preciso entender, mapear, gerenciar e utilizar a comunicação de forma integrada para lidar de forma assertiva, clara e didática com a situação”, explica a autora. Nesse sentido, Isabela Pimentel mostra o passo a passo deste processo, identificando os riscos que o negócio corre, mapeando temas críticos e identificando as ferramentas para a implementação de uma comunicação saudável e capaz de proteger as empresas contra boatos ou atenuar suas perigosas consequências, por meio de uma cultura de feedback, promoção de conteúdos e campanhas que envolvam o colaborador em primeira mão, além de parcerias com embaixadores e influenciadores internos. “Por trás de todo ‘ouvi dizer’ há um ‘preciso saber’”, pontua a autora. E complementa: “ainda que seja pouco provável extinguir os boatos nesses ambientes, dada sua natureza tão humana, podemos e devemos entender as motivações que os originam e seu fluxo de circulação, assim como mapear os graus de ruído e possíveis riscos envolvidos. E agir antes que eles se disseminem, provocando insegurança emocional e prejuízos aos funcionários e às companhias”. O que você encontra no livro? Capítulo 1: aspectos da psicologia social que explicam a natureza humana dos boatos, diferença entre os conceitos de fofoca, rumor, mexerico, boatos e fake news. O principal: boato não é necessariamente criado para gerar perturbações, engano ou difamar pessoas, é apenas uma informação não checada, que nasce em contexto de medo, dúvida e insegurança. Já fake news são conteúdos que simulam linguagem jornalística, criados com objetivo explícito de prejudicar pessoas, instituições e entidades. Capítulo 2: a sociedade em rede não trouxe, com mais informação e rapidez, o fim dos boatos. Pessoas confiam em pessoas e nas redes corporativas,o papel dos influenciadores ou embaixadores internos tem se mostrado mais efetivo no que diz respeito à disseminação dos conteúdos e práticas institucionais que os canais oficiais de comunicação. A rede informal e os influenciadores internos concorrem, em termos de sentido, com as narrativas oficiais. Capítulo 3: geralmente, os boatos são vistos como falha, erro ou falta de comunicação. Mas, a questão vai além e envolve cultura, clima organizacional, liderança, etc Capítulo 4: existem diferentes tipos de fluxos e redes de comunicação dentro das organizações, não apenas os formais e oficiais, mas os informais e as cadeias de ruídos e contágios. Não é possível eliminar totalmente boatos, mas podemos nos aproximar das redes informais para entender contexto, questões de clima organizacional, obter feedbacks relevantes dos colaboradores, etc. Capítulo 5: ao invés de simplesmente colocar o boato para baixo do tapete ou ignorar, podemos trabalhar em parcerias com embaixadores internos para promover uma autêntica comunicação integrada, que coloque as pessoas em primeiro lugar. Reflexões finais: o ambiente empresarial entendeu a importância das pautas sociais e temas relacionados ao ESG. Mas, há uma distância entre discurso e prática, e é aí que nascem as fake news e boatos no meio corporativo. Ter um discurso integrado de comunicação e apostar na transparência pode mudar esse cenário e atenuar crises de imagem e reputação. Saiba mais no site da Editora Appris

Кадры из видео
Livro inédito aborda boatos e fake news nas organizações
Livro inédito aborda boatos e fake news nas organizações
Livro inédito aborda boatos e fake news nas organizações
Livro inédito aborda boatos e fake news nas organizações
Тэги из видео
Комментарии пользователей:
Что ищут прямо сейчас
sherriff our beloved summer kdrama карта hope в арк LexusNX Auriculares gamer Equus ferus caballus ark survival evolved анкилозавр Mancing Nila Liar стоимость дизайна квартиры fpv beginners guide live drums cakewalk laravel user role and permission rename columns in pandas Orkf CAR MENGGAMBAR ONDEL ONDEL panen ikan gurame di kolam XRay ARK CODE RED alpha eso magplar pve build FPS Drops
Похожие видео
07.07.2022
Como melhorar a comunicação interna na sua empresa?

Como melhorar a comunicação interna na sua empresa?

01.09.2022
Lançamento do Livro : 'Ouvi dizer' - comunicação integrada como antídoto para boatos

Lançamento do Livro : 'Ouvi dizer' - comunicação integrada como antídoto para boatos

23.09.2020
Os segredos dos donos de redes sociais para viciar e manipular, segundo o ‘Dilema das Redes’

Os segredos dos donos de redes sociais para viciar e manipular, segundo o ‘Dilema das Redes’

02.10.2019
Até que ponto a China ainda é realmente comunista?

Até que ponto a China ainda é realmente comunista?

26.03.2019
INTERPRETAÇÃO E COMPREENSÃO DE TEXTOS - com EXERCÍCIOS - Profa. Pamba

INTERPRETAÇÃO E COMPREENSÃO DE TEXTOS - com EXERCÍCIOS - Profa. Pamba

21.03.2020
O Avanço Mundial do Coronavírus

O Avanço Mundial do Coronavírus

24.02.2022
GUERRA ENTRE RÚSSIA E UCRÂNIA (FÁCIL DE ENTENDER) - GEOBRASIL {PROF. RODRIGO RODRIGUES}

GUERRA ENTRE RÚSSIA E UCRÂNIA (FÁCIL DE ENTENDER) - GEOBRASIL {PROF. RODRIGO RODRIGUES}

18.03.2022
Por que cada vez mais filhos cortam laços com pais por saúde mental | Ouça 16 minutos

Por que cada vez mais filhos cortam laços com pais por saúde mental | Ouça 16 minutos

08.08.2019
Após ‘Cristo desgovernado’ da era Dilma, imagem do Brasil tem nova baixa sob Bolsonaro

Após ‘Cristo desgovernado’ da era Dilma, imagem do Brasil tem nova baixa sob Bolsonaro

30.12.2021
O que é a leitura profunda e por que ela faz bem para o cérebro | Ouça 12 minutos

O que é a leitura profunda e por que ela faz bem para o cérebro | Ouça 12 minutos

22.11.2021
Como os alunos que fazem ENEM são formados? - Pedagogia do Oprimido

Como os alunos que fazem ENEM são formados? - Pedagogia do Oprimido

02.10.2016
Aula de ingles - Verbo to be/ English with Marcela

Aula de ingles - Verbo to be/ English with Marcela

07.07.2022
Quais são os fluxos de comunicação empresarial?

Quais são os fluxos de comunicação empresarial?

06.12.2017
Tiririca renuncia: “Saio com vergonha. Estou decepcionado com a política brasileira”

Tiririca renuncia: “Saio com vergonha. Estou decepcionado com a política brasileira”

19.05.2021
Sergipano, médico mais novo do Brasil fala sobre desafios profissionais - Balanço Geral Sergipe

Sergipano, médico mais novo do Brasil fala sobre desafios profissionais - Balanço Geral Sergipe

20.05.2019
Data Limite | Previsões de Chico Xavier - Mulheres (20/05/19)

Data Limite | Previsões de Chico Xavier - Mulheres (20/05/19)

20.05.2019
Pesquisadora brasileira é acusada de forjar diploma e usar dinheiro público

Pesquisadora brasileira é acusada de forjar diploma e usar dinheiro público